Os consumidores estão cada vez mais exigentes e preocupados com a saúde e o meio ambiente, fatores que estão sendo ligados diretamente aos benefícios proporcionados pelos alimentos orgânicos, acelerando o crescimento do setor mundialmente. A evolução retrata uma sociedade que busca por alimentos mais saudáveis, sem agressões a natureza, comprometida com o meio ambiente.

O cultivo de orgânicos utiliza recursos naturais em sua produção e no controle de pragas, evitando a contaminação do solo, água e vegetação, gerando alimentos ricos em nutrientes, livres de resíduos tóxicos e muito saborosos. A cultura orgânica valoriza a relação dos indivíduos com a natureza.

No Brasil já são mais de 15 mil produtores e o setor faturou R$3 bilhões em 2016, conforme os dados do Conselho Nacional da Produção Orgânica e Sustentável (Organis).

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), a produção orgânica cresce mais de 20% ao ano, evolução inferior à demanda. O governo brasileiro apoia a produção e oferece linhas de financiamento exclusivas para a categoria a fim de estimular projetos de transição dos cultivos convencionais para cultivos orgânicos.

A gama de produtos ofertada no mercado aumenta a cada dia, são frutas, verduras, grãos, sucos, vinhos, geleias, uma infinidade de
opções para atender a todos com muita qualidade e sabor.